SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

sábado, 10 de outubro de 2009

ACS FALANDO SOBRE DST/AIDS!


Conheça as DST

 Introdução  Aids  Cancro mole  Condiloma acuminado ou HPV  Gonorréia e Clamídia  Herpes  LInfogranuloma venéreo  Sífilis  Tricomoníase  Doença Inflamatória Pélvica (DIP)  Vaginose Bacteriana  Corrimento Vaginal  Donovanose  HTLV  Pediculose Pubiana
 Introdução




As Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST) são tidas como um grave problema de saúde pública por afetarem muitas pessoas. Além disso, os sinais e sintomas são de difícil identificação e o acesso ao tratamento correto, também.
Uma das principais preocupações relacionadas às DST é o fato de facilitarem a transmissão sexual do HIV. Quando acometem gestantes, podem atingir o feto durante seu desenvolvimento, causando-lhe lesões. Podem, também, provocar uma interrupção espontânea da gravidez (aborto), determinar uma gravidez ectópica (fora do útero) ou, ainda, causar o nascimento de crianças com graves má-formações. Durante o parto, podem atingir o recém-nascido, causando doenças nos olhos, pulmões, etc.

Diante dessas possibilidades, o acesso irrestrito das pessoas ao diagnóstico precoce e tratamento adequado de todas as DST é fundamental.

Fotos e Estatísticas
Foto do vírus causador da Aids
vírus da Hepatite B







Gonorréia

Herpes

filis



Imagens das Doenças


Lesões verrucosas: Condiloma acuminado


Lesões exulceradas em bases hiperemiadas de Herpes Genital Vulvar

../imagens/foto12.jpg (31642 bytes)

../imagens/foto13.jpg (26378 bytes)

Balanopostite intensa secundária a uretrite gonocócica aguda.


Endocervicite purulenta gonocócica.

../imagens/foto14.jpg (25067 bytes)

../imagens/foto21.jpg (29070 bytes)

Cancro duro.


Lesões verrucosas: Condiloma acuminado.

../imagens/foto22.jpg (17352 bytes)


../imagens/foto23.jpg (17345 bytes)

Roséolas sifilíticas em tronco.


Oftalmia Chlamidiana.

../imagens/foto24.jpg (31074 bytes)

../imagens/foto31.jpg (22640 bytes)

Roséolas sifilíticas em face e lábio.


Lesões de Cancro mole em glande e sulco balanoprepucial acompanhadas de adenopatia inguinal inflamatória rota em único orifício.

../imagens/foto32.jpg (23672 bytes)

../imagens/foto33.jpg (19923 bytes)

Epidídimite com conplicação tardia de vários episódios de uretrite gonocócica inadequadamente tratadas.


Lesões vulvares de Cancro Mole.

../imagens/foto34.jpg (38379 bytes)

../imagens/foto35.jpg (21984 bytes)

Adenopatia inguinal intensa unilateral(Bulbão) em fase inicial de supuração com múltiplos orificios: Linfogranuloma venério em síndrome gênito-inguinal.


Balanopostite por Candida albicans.

../imagens/foto41.jpg (22830 bytes)

../imagens/foto42.jpg (34950 bytes)

Lesão ulcerada crônica em grande lábio vulvar: Donovanose.


Vulvovaginite por Candida albicans.

../imagens/foto43.jpg (69488 bytes)

../imagens/foto44.jpg (45050 bytes)

Fase crônica do linfogranuloma venéreo: Síndrome gênito-retal. Quadro também conhecido como Estiomene.


Uretrite gonocócica aguda associada a Cancro duro.

../imagens/foto45.jpg (69488 bytes)

../imagens/foto46.jpg (46970 bytes)

Extensa Condilomatose vulvar.

VENCER PRECONCEITOS É FALAR DE FRENTE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA UMA PERGUNTA AO ACS ROBERTO!

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO