SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

CONVOCAÇÃO GERAL DOS ACS E ACE Esclarecemos que esta mobilização é em caráter de urgência e está sendo promovida com o objetivo de Esclarecemos que esta mobilização é em caráter de urgência e está sendo promovida com o objetivo de MOBILIZAR os parlamentares e ACOMPANHAR a votação do PL 7495/06 na Câmara e Senado Federal.

CONVOCAÇÃO GERAL DOS ACS E ACE
26/09
 CONVOCAÇÃO GERAL DOS ACS E ACE

 A CONACS – Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, por intermédio de sua Diretora Presidente, vem por meio desta CONVOCAR, todos os ACS e ACE do País para participarem da  VOTAÇÃO do PL 7495/06, na Câmara de Deputados Federais confirmada para o dia 23/10, devendo haver mobilização dias 22, 23 e 24 de outubro de 2013 na Esplanada dos Ministérios, Brasília -DF a partir das 09:00 horas da manhã do dia 22/10, com concentração no Congresso Nacional. Na programação ainda deverá constar a apreciação da votação do PL 7495/06 e Audiências no Senado Federal a fim de discutir a aprovação do PL 7495/06 e outros temas de financiamento da saúde pública do País.

 Esclarecemos que esta mobilização é em caráter de urgência e está sendo promovida com o objetivo de Esclarecemos que esta mobilização é em caráter de urgência e está sendo promovida com o objetivo de MOBILIZAR os parlamentares e  ACOMPANHAR a votação do PL 7495/06 na Câmara e Senado Federal. A presença e participação de todas as Federações filiadas à CONACS, sindicatos da categoria, ACS e ACE e simpatizantes da causa, será fundamental para a conquista dos nossos objetivos de aprovação do Piso Salarial Nacional.

 É de igual forma fundamental que todos os colegas ACS e ACE, independentemente de serem ou não filiados a alguma Federação ou Sindicado da categoria se mobilizem e venham em caravanas, pois agora precisamos de todos em Brasília! 

 OBS: Em tempo, informamos que esta mobilização será organizada pela CONACS e demais entidades sindicais envolvidas no movimento! Maiores informações serão disponibilizadas a qualquer momento via site www.conacs.com.br , podendo entrar em contato via telefone 062 9949-8365 / 8196-3838, 062 3505-1315 (13:00h às 17:00h), ou ainda por e-mail conacs2011@hotmail.com.  

 Sem mais para o momento e certa de contar com a presença e participação de todos, envio votos de amizade e apreço.

A União faz a força!
                                                              Ruth Brilhante de Souza
Presidente da CONACS

Contatos:
Conacs2011@hotmail.com
Fone/fax: 062 3505-1315 ou 62 9949-8365

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou nesta quarta-feira (25) que, no dia 23 de outubro, a Casa votará o projeto de lei que fixa o piso salarial nacional dos agentes de saúde (PL 7495/06

 

Henrique Alves marca votação do piso dos agentes de saúde para 23 de outubro
25/09
O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou nesta quarta-feira (25) que, no dia 23 de outubro, a Casa votará o projeto de lei que fixa o piso salarial nacional dos agentes de saúde (PL 7495/06). Desde ontem, vários partidos cobravam uma data para votar o projeto e, por isso, estavam em obstrução.
A proposta foi aprovada em 2011 pela comissão especial que analisou a regulamentação do piso da categoria. O texto aprovado estabelece as formas de reajuste, os índices que serão usados para a correção dos salários e as fontes de recursos para o pagamento.
Henrique Eduardo anunciou a data diretamente a centenas de representantes de agentes comunitários de saúde que estiveram em Brasília para reivindicar a votação da proposta. O anúncio foi feito em reunião da categoria no auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados. “No dia 23 de outubro teremos uma das votações mais bonitas do Plenário, esperando uma votação por unanimidade”, declarou o presidente da Câmara.
Apoio 
Durante o evento, a assessora jurídica da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, Elane Alves de Almeida, cobrou o apoio dos líderes partidários à votação, e diversos deputados presentes manifestaram apoio à proposta do presidente.
Henrique Eduardo Alves lembrou ainda que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, já anunciou que a fixação do piso em R$ 950, conforme reivindica a categoria, não representará aumento de despesa para o governo federal. “É preciso que todos cobrem dos prefeitos o compromisso de apoiar a matéria”, destacou o presidente.
Alves cobrou ainda que os partidos políticos destinem parte dos recursos do fundo partidário ao qual têm direito para financiar a viagem dos agentes de saúde a Brasília no dia da votação.
Fonte dessa matéria: Site da Câmara de Deputados Federais. endereço eletrônico:

Piso salarial dos ACS e ACE mais uma vez tem sua data remarcada para o dia 23/10/2013

NOSSO PISO SALARIAL REMARCADO MAIS UMA VEZ, É BRINCADEIRA UM NEGOCIO DESSE ;

Piso salarial dos ACS e ACE mais uma vez tem sua data remarcada para o dia 23/10/2013 após compromisso do presidente da câmara Henrique Alves e alguns lideres de partidos com a categoria.

Ninguém disse que seria fácil, mas não precisava ser tão difícil assim...”, é a expressão da diretora da CONACS Ilda Angélica (CE), que ficou junto com Ruth Brilhante e várias outras lideranças da CONACS

 
 
 
Ninguém disse que seria fácil, mas não precisava ser tão difícil assim...”, é a expressão da diretora da CONACS Ilda Angélica (CE), que ficou junto com Ruth Brilhante e várias outras lideranças da CONACS da Bahia e do Piauí, durante todo o dia de ontem na porta da sala de reuniões da Presidência da Câmara. O que parecia ser um compromisso certo, foi se desenhando numa verdadeira sabotagem às expectativas da categoria.
Ainda no dia 28/08 o presidente Henrique Alves (PMDB/RN) assumiu publicamente que o 1º item da pauta a ser votado seria o PL 7495/06, fato que foi visto como uma garantia séria e todos os parlamentares afirmaram à CONACS que poderia confiar na palavra do Presidente. E por causa do não cumprimento do acordo com a categoria dos Agentes de Saúde, 7 partidos (PPS, PR,PV, DEM, PSD, PT do PB) ainda na reunião de lideranças declaram que não aceitaria votar qualquer matéria em Plenário sem que ficasse garantido a votação do Piso dos ACS e ACE.
Em seguida, como se fosse uma “bola de neve”, todos os demais partidos, inclusive o PSDB, PMDB e o PT, declaração estarem em obstrução em Plenário por causa do não cumprimento do acordo com a Categoria dos ACS e ACE.
O presidente Henrique Alves justificou sua posição dizendo à presidente da CONACS que “... estaria sendo pressionado pelo Ministro Padilha e a Ministra Greice para não pautar o Piso dos Agentes de Saúde”.
Essa afirmação coincide com a matéria divulgada pelo Jornal O Globo do dia 19/09, que deu detalhes do acordo do presidente Henrique Alves (PMDB/RN) com a presidente Dilma. Diz o jornalista “O governo somente concordou, depois de Dilma arrancar o compromisso que não será colocada em votação nenhuma proposta que produza novas despesas. Ela chegou a mencionar dois deles. A dos Agentes Comunitários de Saúde, que implica em mais gastos para Estados e Municípios, decorrentes de redução da jornada de trabalho e da fixação de regras salariais.  E, a PEC 300, que institui um piso salarial para as polícias.” (fonte: Jornal O Globo Blogs – Jornalista Ilmar Franco).
Os trabalhos dessa quarta-feira, estão todos voltados para a expectativa de que o Presidente Henrique Alves (PMDB/RN), ouça os Líderes partidários e aos representantes da CONACS, garantido a votação imediata do PL 7495/06, já que, está programado a desobstrução total da Pauta para ainda hoje até o fim do dia.
A categoria estará toda reunida no Auditório Nereu Ramos, e a qualquer momento, deverá ser chamda a presidencia da Câmara para saber dos novos encaminhamento do Deputado Henrique Alves, estando todos na expectativa de  ocupar as galerias do Plenário da Câmara a fim de acompanhar as deliberações finais para a aprovação do PL 7495/06.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

A pedido da presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias, Ruth Brilhante, o líder do PSC solicitou que o PL 7495/2006 que fixa o piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias entrasse na pauta de votações.

A pedido da presidente da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias, Ruth Brilhante, o líder do PSC solicitou que o PL 7495/2006 que fixa o piso nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e de Endemias entrasse na pauta de votações. Depois de argumentado e convencido os participes, ficou confirmado entre os líderes e a liderança do Governo, que o projeto seria votado no dia 05 de novembro. Entretanto, de forma impositiva o Governo Federal solicitou que não colocasse mais o PL dos Agentes de Saúde e de Endemias na pauta.


Neste momento, André Moura, líder requerente da matéria, deixou claro que a partir daquele instante estaria obstruindo todas as votações da Câmara Federal.  Não podemos permitir que o Governo Federal interfira dessa maneira para que vote somente o que é de seu interesse. Irei, como líder da bancada do PSC, obstruir todas as votações até que ele volte atrás nessa decisão e aja de maneira correta para com a classe e todos os brasileiros, explicou Moura.

O parlamentar sergipano é um dos principais interlocutores na Câmara Federal dos mais de 252 mil Agentes de Saúde e dos 52 mil Agentes de Endemias existentes no Brasil. Eles desenvolvem um trabalho de fundamental importância no nosso País. Atendem mais de 163 milhões de brasileiros. Graças a esses profissionais, que fazem um trabalho preventivo, muitos problemas não chegam nos postos de saúde e hospitais brasileiros.

Vale lembrar que o PL 7495/2006 fixa o piso salarial nacional dos Agentes de Saúde e de Endemias em dois salários mínimos para uma carga de trabalho semanal de 40 horas; cria 5.365 empregos públicos de Agente de Combate às Endemias, no âmbito do Quadro Suplementar de Combate às Endemias da FUNASA; revoga a Lei nº 10.507, de 2002 e regulamenta a Constituição Federal de 1988. Pelo projeto, em 1º de janeiro de cada ano, o valor do piso deverá ser corrigido com base na variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para os 12 meses anteriores.
AssCom | AM


sexta-feira, 20 de setembro de 2013

A CONACS está na expectativa de que ainda essa semana a Pauta do Plenário da Câmara seja destrancada, possibilitando já para próxima semana a votação do PISO SALARIAL NACIONAL DOS ACS e ACE.

 
 
 
 
EXPECTATIVA
18/09
A CONACS está na expectativa de que ainda essa semana a Pauta do Plenário da Câmara seja destrancada, possibilitando já para próxima semana a votação do PISO SALARIAL NACIONAL DOS ACS e ACE.
No dia de ontem, apesar de todas as dificuldades de acesso ao interior da Câmara de Deputados, a CONACS conseguiu acesso à sala da Presidência, e Ruth Brilhante acompanhada das diretoras, Maria Célia (PI), Ilda Angélica (CE), Marivalda (BA), além das lideranças do Sindicato de Agentes Comunitários de Saúde de Feira de Santana (BA), fizeram uma verdadeira “operação de vigília”. Nenhuma liderança partidária entrou ou saiu da presidência da Câmara sem que, reafirmasse seu compromisso com a aprovação do PL 7495/2006.
Essa estratégia também tinha o objetivo de obter informações sobre a possibilidade da Pauta ser destrancada, fato que vem se tornando inevitável em face da pressão que as Lideranças Partidárias vem sofrendo e, principalmente, pela estratégia acordado na última reunião de líderes, ocorrida na tarde de ontem.
O presidente Henrique Alves, com o apoio de todos os líderes, deu um prazo de até hoje para o Governo retirar o “regime de urgência”, e não havendo esse entendimento, será colocado imediatamente em votação o PL da Mineração, motivo maior da pauta permanecer trancada, mesmo que tal projeto seja reapresentado com iniciativa do legislativo.
Dessa forma, a CONACS pede para que suas lideranças e todos os colegas ACS e ACE renovem suas esperanças, e as caravanas definidas para a próxima semana venham cientes das dificuldades de acesso, mas comprometidos com o trabalho de visita a todos os gabinetes e lideranças partidárias, e acima de tudo, confiantes no resultado positivo de todo esse trabalho.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Piso Salarial dos ACS e ACE.fazendo valer o provérbio popular de que: “Quem não é visto não é lembrado”.

Foto

CONACS e demais lideranças da categoria no intuito de confirmar o compromisso de votarem o Piso Salarial dos ACS e ACE.fazendo valer o provérbio popular de que: “Quem não é visto não é lembrado”.
Dessa forma, fica garantida para as próximas semanas a presença das caravanas dos seguintes Estados:
  • Dias 10, 11 e 12/09 – Bahia(Valda, Lúcia e Aragão), Maranhão, Rondônia e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
  • Dias 17, 18 e 19/09 – Bahia(Neide, Josivaldo, Nelson), Goiás, Piauí e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
  • Dias 24, 25 e 26/09 – Bahia (Tobias, Roque Honorato), Mato Grosso, Pernambuco, Ceará e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
A CONACS observa que, as caravanas ora indicadas já estão confirmada através de suas Lideranças, e a participação de outras caravanas deverá ser informada, devido à dificuldade de acesso ao interior da Câmara de Deputados, sendo tal providência importante para evitar maiores transtornos.

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Chega ao Brasil a Empower Network. Empresa que já pagou mais de 40 milhões em comissões no mundo
http://1cli.co/?e=44i42167

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Pressão para votação do piso dos ACS e ACE – O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE) participou na manhã desta terça-feira, 10/09, de reunião com o...s diretores da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – CONACS

Pressão para votação do piso dos ACS e ACE – O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE) participou na manhã desta terça-feira, 10/09, de reunião com os diretores da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – CONACS e com Agentes de Combate às Endemias. As duas categorias estão promovendo encontros na Câmara Federal para pressionar a agilização da votação da regulamentação do piso salarial.
De acordo com o deputado, mesmo com a pauta trancada, os agentes deverão continuar na Câmara, tendo em vista que está assegurada pelo presidente, deputado Henrique Eduardo Alves, a votação do PL 7495/06 como primeiro item da pauta tão logo ela seja desobstruída.
Dentro da estratégia da CONACS, hoje, amanhã e depois é a vez da Bahia (Valda, Lúcia e Aragão), Maranhão, Rondônia fazerem vigília na Câmara Federal.
Dias 17, 18 e 19/09 – Bahia (Neide, Josivaldo, Nelson), Goiás;
Dias 24, 25 e 26/09 – Bahia (Tobias, Roque Honorato), Mato Grosso, Pernambuco, Ceará. Com @[100005788424110:2048:Elane Alves de Almeida]
 
Pressão para votação do piso dos ACS e ACE – O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE) participou na manhã desta terça-feira, 10/09, de reunião com o...s diretores da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde – CONACS e com Agentes de Combate às Endemias. As duas categorias estão promovendo encontros na Câmara Federal para pressionar a agilização da votação da regulamentação do piso salarial.

 De acordo com o deputado, mesmo com a pauta trancada, os agentes deverão continuar na Câmara, tendo em vista que está assegurada pelo presidente, deputado Henrique Eduardo Alves, a votação do PL 7495/06 como primeiro item da pauta tão logo ela seja desobstruída.
Dentro da estratégia da CONACS, hoje, amanhã e depois é a vez da Bahia (Valda, Lúcia e Aragão), Maranhão, Rondônia fazerem vigília na Câmara Federal.

Dias 17, 18 e 19/09 – Bahia (Neide, Josivaldo, Nelson), Goiás;
Dias 24, 25 e 26/09 – Bahia (Tobias, Roque Honorato), Mato Grosso, Pernambuco, Ceará. Com
Elane Alves de Almeida
 
FONTE: ACS ROBERTO

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

CONACS deliberou uma escala de mobilização, garantindo que a partir da próxima semana estarão presentes no mínimo 4 caravanas estaduais, além de vários representantes da categoria de todo o País, permanecendo esse rodízio até que o Piso Salarial seja aprovado.



ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE BRASÍLIA
04/09
A CONACS reuniu-se no dia de ontem com seus diretores e principais lideranças da categoria de todo País e decidiu quais serão as novas estratégias da categoria para aprovação do PL 7495/06.
Entre as conclusões tiradas das discussões das lideranças é que a estratégia de se esperar a definição de uma data “X” é muito arriscada, pois a exemplo do que ocorreu com a data esperada do dia 03/09, a expectativa de votação pode ser subitamente frustrada e então volta-se a estaca “zero”.
Por esse motivo, e tendo em vista que já está assegurada a votação do PL 7495/06 como 1º item da Pauta do Plenário, estando ela desobstruída, a direção nacional da CONACS deliberou uma escala de mobilização, garantindo que a partir da próxima semana estarão presentes no mínimo 4 caravanas estaduais, além de vários representantes da categoria de todo o País, permanecendo esse rodízio até que o Piso Salarial seja aprovado.
A segunda deliberação tomada é que, deverá ser organizada uma grande paralisação nacional da categoria na primeira semana de outubro, estando sugerido o dia 04 para essa paralisação nacional em prol do PISO SALARIAL NACIONAL DOS ACS E ACE.
Hoje, a CONACS já visitou todos os líderes de partido e está previsto para o final do dia um novo posicionamento sobre as negociações do Presidente da Câmara com o Governo Federal para possibilitar a desobstrução da Pauta.
Mais tarde teremos novas informações. Aguardem!

CONACS e demais lideranças da categoria no intuito de confirmar o compromisso de votarem o Piso Salarial dos ACS e ACE.




RESISTÊNCIA
04/09
Os últimos Diretores e Lideranças da CONACS saíram agora pouco da Presidência da Câmara, e acompanharam de perto todas as negociações para a desobstrução da Pauta do Plenário da Câmara.
Os líderes partidários se mantiveram agitados e ainda não foi possível achar uma solução para a questão da obstrução da Pauta. Contudo, de forma unanime, todos abordaram os representantes da CONACS e demais lideranças da categoria no intuito de confirmar o compromisso de votarem o Piso Salarial dos ACS e ACE.
A impressão que se tem é que, falta pouco para que seja definido um acordo para a retirada do regime de urgência do Código de Mineração, PL que está ocasionando o trancamento da Pauta, gerando uma grande expectativa para que nas duas próxima semanas seja decidido todas essas questões, e finalmente, possa ser votado o Piso Salarial dos ACS e ACE.
Apesar do rigoroso esquema de segurança estabelecido para ter acesso ao Anexo 2, a única categoria que permaneceu presente no interior da Câmara foi a dos ACS e ACE, fazendo valer o provérbio popular de que: “Quem não é visto não é lembrado”.
Dessa forma, fica garantida para as próximas semanas a presença das caravanas dos seguintes Estados:
  • Dias 10, 11 e 12/09 – Bahia(Valda, Lúcia e Aragão), Maranhão, Rondônia e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
  • Dias 17, 18 e 19/09 – Bahia(Neide, Josivaldo, Nelson), Goiás, Piauí e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
  • Dias 24, 25 e 26/09 – Bahia (Tobias, Roque Honorato), Mato Grosso, Pernambuco, Ceará e outras lideranças acompanhados com menor número de pessoas;
A CONACS observa que, as caravanas ora indicadas já estão confirmada através de suas Lideranças, e a participação de outras caravanas deverá ser informada, devido à dificuldade de acesso ao interior da Câmara de Deputados, sendo tal providência importante para evitar maiores transtornos.

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO