SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

terça-feira, 16 de março de 2010

Agentes Comunitários de Saúde e de Combate às Endemais de Andaraí piso salarial e o plano de carreira

Zé Neto confraterniza com Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias de Andaraí

Zé Neto, Wilson Cardoso e Agentes de Andaraí

Publicada em 15/03/2010 ás 17:36hs

Em maio, deputado realizará um grande encontro com os ACS e ACE da Chapada Diamantina


Em visita ao município de Andaraí, na Chapada Diamantina, o deputado estadual Zé Net (PT) se reuniu com os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) e o prefeito Wilson Cardoso. O encontro, que aconteceu no dia 14, foi um momento de confraternização e esclarecimentos. Andaraí conta com 39 ACS e 9 ACE.

Os Agentes tiveram a oportunidade de apresentar ao deputado e ao prefeito reivindicações para a melhoria das condições de trabalho. Wilson Cardoso afirmou que está trabalhando para melhorar a saúde em Andaraí. “Temos muito trabalho pela frente, principalmente na prevenção. Estamos trabalhando para melhorar a infraestrutura no município e proporcionar melhores condições de trabalhos aos profissionais que tanto contribuem para a saúde da nossa população”, complementou.

No encontro, Zé Neto contou a sua trajetória de luta ao lado dos Agentes, há mais de 20 anos. O deputado também esclareceu questões sobre a Emenda nº 51 e alertou ao prefeito da necessidade de inscrever o município para que os Agentes recebam o salário mínimo extra, caso as metas sejam cumpridas e, garantiu que em breve receberão o curso de qualificação profissional. “Me sinto em casa quando estou ao lado dos Agentes. Construímos um trabalho consistente e defenderei sempre estes profissionais pelo importante trabalho que realizam”, declarou Zé Neto.

O parlamentar convidou os ACS e ACE para participarem da Sessão Especial no dia 15 de abril, na Assembleia Legislativa, para discutir a desprecarização, o piso salarial e o plano de carreira das categorias. O prefeito se comprometeu em contribuir para a presença dos profissionais. O parlamentar garantiu também, que em maio, vai realizar um grande encontro com todos os Agentes na Chapada Diamantina.

Na ocasião, os Agentes foram convidados também para estarem presente em Brasília, em maio, quando irá acontecer a votação da Lei Federal que regulamenta a Emenda nº 63, que estabelece o piso salarial e regulamentação das atividades. “Os Agentes são a única categoria que conseguiu mudar a Constituição Federal por duas vezes. Isso mostra a força que eles têm no Brasil e a importância da união para a conquista dos direitos”, afirmou Zé Neto.

“Andaraí não pode estar longe dessa amarração para buscar melhorias para a categoria. Temos a responsabilidade de cuidar do povo e juntos conseguiremos proporcionar melhorias na qualidade de vida da população”, complementou o deputado.

fonte:http://www.zeneto.com.br

segunda-feira, 15 de março de 2010

VAMOS FAZER A NOSSA PARTE ENVIEI OS E-MAILS

Solicitamos dos Srs. Lideres de partido que estejam sensíveis a
inclusão do PL 7495/06 e demais PL’s a ele apensados, para assim
garantir a votação do Piso Salarial do ACS e ACE de todo o Brasil
o mais rápido possível." na pauta da proxima sessão da Câmara e
que defendam a inclusão do MESMO. Os mais de 300.000 ACS e
ACE do Brasil agradecem o seu apoio!


lid.pt@camara.gov.br
lid.psdb@camara.gov.br
lid.dem@camara.gov.br
dep.marciofranca@camara.gov.br
lid.pr@camara.gov.br
lid.pp@camara.gov.br
lid.ptb@camara.gov.br
lid.pdt@camara.gov.br
lid.psc@camara.gov.br
lid.pv@camara.gov.br
lid.pps@camara.gov.br
lid.psol@camara.gov.br
lid.phs@camara.gov.br
lid.ptdob@camara.gov.br
lid.govcamara@camara.gov.br
lid.min@camara.gov.br
lid.pmdb@camara.gov.br
lid.psb@camara.gov.br
lid.pcdob@camara.gov.br
lid.prb@camara.gov.br
Lid.pmn@camara.gov.br
Lid.ptc@camara.gov.br

OS ACS/ACE MAS PERTO DA VITÓRIA, PISO SALARIAL




Após um inicio de trabalho bastante tumultuado por força das reviravoltas da PEC 300 (PEC do Piso Salarial dos Policiais Militares) os parlamentares ainda não conseguiram fechar acordo sobre os temas que serão votados nesse primeiro semestre.
Fato é que, ao contrário da PEC 391/09 (Piso Salarial dos ACS e ACE) a PEC 300 não conseguiu consenso entre todos os partidos e por causa do mal estar ocasionado pela paralisação da aprovação PEC 300, o colegiado de líderes da Câmara de Deputados, esteve reunido na tarde dessa terça-feira (09/03), sendo definido que os Líderes de cada Partido deverão encaminhar ao Presidente da Câmara uma lista de até 5 Projetos de Lei, que sejam considerados pelo Partido prioridade para votação nesse primeiro semestre.
Após tomar conhecimento dessa decisão a CONACS, através de sua presidente Ruth Brilhante e do diretor Edvan Viana (MA) e ainda, representantes da categoria do Estado do Piauí, Silvana Lira e Mª de Lurdes Melo, apressou a articulação entre os Líderes de Partidos para que incluam o PL 7495/06 (PL principal, cujo o PL 6.111/09 está apensado), na lista de Projetos de Lei com prioridade de votação nesse primeiro semestre.
Hoje (10/03), em nova reunião do Colegiado de Líderes, não foi possível discutir a lista dos PL apresentados pelos Partidos, ficando adiada essa decisão para a próxima terça-feira (16/03).
Até agora, confirmaram o Projeto de regulamentação do Piso Salarial como prioridade em sua lista de 5 PL, o PT, PR e o PC do B, sendo essa informação extra-oficial, repassada pelo Gabinete de cada um desses partidos.
Segundo a presidente Ruth Brilhante, "...a indicação do Líder do PT, Deputado Fernando Ferro (PT/PE), do PR Deputado Sandro Mabel (PR/GO) e do Líder do Bloco do Pc do B, PMN, PRB e PSB Deputado Daniel Almeida (Pc do B/BA) é muito significativa, pois além de reafirmar o compromisso da pessoa dos Deputados com a categoria, marca definitivamente o posicionamento desses partidos a favor do nosso projeto do Piso Salarial.
Vários outros Líderes, assumiram o compromisso de defenderem a inclusão do Projeto do Piso Salarial dos ACS e ACE na pauta de votação ainda nesse primeiro semestre, sendo fundamental a atuação dos parlamentares que fizeram parte da Comissão Especial da PEC 391/09, em especial o Deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), Pedro Chaves (PMDB/GO), Geraldo Resende (PMDB/MS), e Eliseu Aguiar (PTB/PI) e Fátima Bezerra (PT/RN).
Para reforçar a definição do Projeto que regulamenta o Piso Salarial nacional dos ACS e ACE como prioridade para votação em plenário nesse 1º semestre é importante que a categoria faça uma grande mobilização encaminhando o máximo de e-mails possível aos líderes de partidos abaixo relacionaodos, pedindo que: "Por favor inclua na lista de PL’s com prioridade de votação nesse semestre o PL 7495/06 e demais PL’s a ele apensados, para assim garantir a votação do Piso Salarial do ACS e ACE de todo o Brasil o mais rápido possível
."

Lista de Líderes Partidários

Sigla Partido Líder/Representante E-mail
Bloco PMDB, PTC Bloco Parlamentar PMDB, PTC HENRIQUE EDUARDO ALVES dep.henriqueeduardoalves@camara.gov.br
PT Partido dos Trabalhadores FERNANDO FERRO lid.pt@camara.gov.br
PSDB Partido da Social Democracia Brasileira JOÃO ALMEIDA lid.psdb@camara.gov.br
DEM Democratas PAULO BORNHAUSEN dep.paulobornhausen@camara.gov.br
Bloco PSB, PCdoB, PMN, PRB Bloco Parlamentar PSB, PCdoB, PMN, PRB DANIEL ALMEIDA dep.danielalmeida@camara.gov.br
PR Partido da República SANDRO MABEL lid.pr@camara.gov.br
PP Partido Progressista JOÃO PIZZOLATTI lid.pp@camara.gov.br
PTB Partido Trabalhista Brasileiro JOVAIR ARANTES lid.ptb@camara.gov.br
PDT Partido Democrático Trabalhista DAGOBERTO lid.pdt@camara.gov.br
PSC Partido Social Cristão HUGO LEAL lid.psc@camara.gov.br
PV Partido Verde EDSON DUARTE lid.pv@camara.gov.br
PPS Partido Popular Socialista FERNANDO CORUJA lid.pps@camara.gov.br
PSOL Partido Socialismo e Liberdade IVAN VALENTE lid.psol@camara.gov.br
PHS Partido Humanista da Solidariedade MIGUEL MARTINI dep.miguelmartini@camara.gov.br
PTdoB Partido Trabalhista do Brasil VINICIUS CARVALHO
dep.viniciuscarvalho@camara.gov.br

Governo Liderança do Governo CÂNDIDO VACCAREZZA lid.govcamara@camara.gov.br
Minoria Liderança da Minoria ANDRÉ DE PAULA lid.min@camara.gov.br
PMDB Partido do Movimento Democrático Brasileiro HENRIQUE EDUARDO ALVES lid.pmdb@camara.gov.br
PSB Partido Socialista Brasileiro RODRIGO ROLLEMBERG lid.psb@camara.gov.br
PCdoB Partido Comunista do Brasil VANESSA GRAZZIOTIN lid.pcdob@camara.gov.br
PRB Partido Republicano Brasileiro CLEBER VERDE dep.cleberverde@camara.gov.br
PMN Partido da Mobilização Nacional FÁBIO FARIA dep.fabiofaria@camara.gov.br
PTC Partido Trabalhista Cristão

quarta-feira, 10 de março de 2010

OS AGENTES COMUNITARIO DE SAÚDE/ACE DEVE SER RESPEITADOS,

Caros companheiros trabalhadores
Nascemos pra fazermos a diferença e fazer a justiça acontecer!!!!!

Assédio Moral é crime!!

Se você se sente agredido (a) moralmente e acha que o motivo da perseguição é leva-ló (lá) a pedir demissão, não pense duas vezes: vá à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) e faça sua queixa. Em 2003, a SRTE da Bahia registrou 21 processos. Isso explica o exercício da cidadania e o trabalhador buscando seus direitos e se explica o aumento de 400% de processos em apenas dois anos. De janeiro a julho de 2007, SRTE já registrou 24 processos.

A estatística seria maior se as vítimas que têm medo de denunciar a agressão fossem à SRTE. Assédio Moral sempre houve. Quem nunca teve um (a) chefe prepotente que se acha genial e dono (a) do subordinado (a)? Denunciar é que era difícil, não havia eco para as queixas. A pessoa agredida moralmente ficava calada. Depois da democratização do País e da Constituição de 1988, quando algumas instituições como o Ministério Público e a Defensoria Pública ficaram mas fortes as pessoas perceberam que seus direitos são valiosos.

Vale lembrar que o Assédio Moral é discriminatório. As mulheres são as mais descriminadas do que os homens. As manifestações de assédio moral contra profissionais do sexo feminino não são iguais às praticadas contra o homem.

“ Em relação às trabalhadoras, são comuns piadas grosseiras, intimidação, submissão a qualquer ordem e comentário sobre a aparência. No caso dos homens, a tática consiste em promover o isolamento e fazer comentários sobre sua virilidade, capacidade de trabalhar e manter a família”

Intolerância religiosa e sexual são fatores importantes para as agressões. Pessoas que adquirem doenças ocupacionais e representantes de sindicatos também estão mais expostos, ficam mais sujeitos às ironias, gozações e broncas.

Os representantes ou mesmos filiados de associações e sindicatos, muitas vezes são perseguidos como parte política de intimidação. E alguns supervisores perseguem as lideranças para calar os demais trabalhadores e para mostrar ao padrão que na sua gestão ninguém reclama. E o medo de perder o cargo, e as vantagens que dele provém e o poder que conseguiu na vida. Esquecem-se que bons profissionais se forma pela competência, pela boa convivência, pelo respeito dos direitos e aos deveres. Esqueceram também que o chefe de hoje pode votar a ser o subordinado de amanhã.

CONHEÇA 25 ATOS QUE CARACTERIZAM O ASSEDIO MORAL:

  1. Marcar tarefas com prazos impossíveis de serem realizados;
  2. Ridicularizar, inferiorizar, culpar e desacreditar à vítima diante de outras pessoas;
  3. Impedir a vítima de se expressar e impedi-la de explicar o porquê;
  4. Desestabilizá-la emocionalmente e profissionalmente fazendo-a a perder a autoconfiança e o interesse pelo trabalho;
  5. Rir das dificuldades alheias ao invés de procurar a ajudar;
  6. Passar a vítima de uma área de responsabilidade para funções triviais;
  7. Tomar crédito de idéias da vítima;
  8. Ignorar ou excluir a vítima só se dirigir a ela por terceiro;
  9. Sonegar informações de forma insistente;
  10. Dar tarefas sem sentido ou que jamais utilizadas e que irão mesmo é para o lixo;
  11. Espalhar rumores maliciosos;
  12. Dar tarefas por meio de terceiros ou colocá-las na mesa da vítima sem avisar;
  13. Criticar com persistência;
  14. Controlar o tempo de idas ao banheiro;
  15. Subestimar esforços;
  16. Tornar público algo intimo da vítima;
  17. Delegar cada vez menos tarefas alegando incapacidade da vítima;
  18. Negar folgas e emendas de feriado quando outros empregados são dispensados;
  19. Reclamar dos problemas de saúde da vítima;
  20. Negar oportunidade de treinar e ascensão na carreira;
  21. Oferecer melhores colocações, melhores condições de trabalhos a funcionários mais novos, deixando de obedecer aos critérios como tempo de serviço e qualificação assegurados aos mais antigos;
  22. Espalhar entre os (as) colegas que a vítima esta com problema nervoso;
  23. Sugerir que a vítima peça demissão, por sua saúde;
  24. Subir em mesa e chamar a todos de incompetentes;
  25. Forçar a demissão da vítima, impondo tarefas impossíveis ou mesmo sugerindo o pedido dessa demissão.

Qualquer ato de humilhe, desrespeite, menospreze, descrimine você ou seu amigo, pode ser considerado assédio moral.

Emenda Constitucional 63, que dispõe sobre o Plano de Carreira e Piso Salarial dos Agentes,

Zé Neto se reúne com ACS e ACE no município de Tucano

Zé Neto em reunião de ACS e ACE em Tucano

Publicada em 09/03/2010 ás 16:40hs

Deputado participou de Assembleia Extraordinária dos Agentes onde foram discutidas as condições de trabalho da categoria


Os Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e Agentes de Combate às Endemias (ACE) realizaram nesta segunda-feira (8), no município de Tucano, mais uma Assembleia Extraordinária, reunindo membros da categoria de todo o Estado. Na pauta da reunião, realizada mensalmente, a discussão em relação à melhoria salarial dos Agentes e o fortalecimento da união entre ACS e ACE.

O deputado estadual Zé Neto participou da Assembleia e reafirmou seu total apoio às principais bandeiras de luta da categoria. Dentre os principais interesses defendidos por Zé Neto estão a aprovação, ainda este ano, do Projeto de Lei 6.111/2009, que regulamenta o Piso Salarial base de dois salários mínimos (somando-se as gratificações) desses profissionais, bem como determina jornada de trabalho de 40 horas semanais, e estabelece um Plano Cargos, Carreira e Remuneração. Além destas reivindicações, o deputado considera a possibilidade para cessão de computadores para as associações comunitárias (um para cada).

O parlamentar lembrou ainda do prêmio Edno Batista Rebouças, promovido pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), que prevê uma gratificação para os Agentes de Saúde que se destacarem no combate ao mosquito da dengue, mais uma ação governamental que visa valorizar o trabalho da categoria.

ACS e ACE unidos

O presidente da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Tucano, José da Silva Passos, agradeceu ao apoio do deputado. Na ocasião, Zé Neto explicou aos presentes a importância da Emenda Constitucional 63, que dispõe sobre o Plano de Carreira e Piso Salarial dos Agentes, e os incentivou a buscarem uma maior representatividade na política municipal. O parlamentar aproveitou ainda para cobrar uma maior unificação entre ACS e ACE, para o fortalecimento da categoria. “Juntos, somos mais fortes”, conclamou Zé Neto, lembrando que a união pode ajudar as duas classes a obterem maiores chances na busca de suas reivindicações.

Plenária

Em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, Zé Neto parabenizou a todas as Agentes presentes, e convidou a todos a participarem da Sessão Especial que será promovida pelo seu Mandato, no Plenário da Assembléia Legislativa da Bahia, em Salvador, no dia 15 de abril (quinta-feira), às 14h30h, para discutir as condições trabalhistas da categoria.


fonte:http://www.zeneto.com.br

segunda-feira, 1 de março de 2010

VEJA O ANDAMENTO DO PISO SALARIAL DOS ACS/ACE DE TODO O BRASIL

Proposição: PL-6111/2009 Avulso Autor: Senado Federal- Senadora Patrícia Saboya - PDT /CE

Data de Apresentação: 25/09/2009
Apreciação: Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário
Regime de tramitação: Prioridade
Apensado(a) ao(a): PL-7495/2006
Proposição Originária: PLS-196/2009
Situação: CFT: Tramitando em Conjunto.

Ementa: Altera a Lei nº 11.350, de 5 de outubro de 2006, para instituir o piso salarial profissional nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias.

Indexação: Alteração, lei federal, fixação, piso salarial profissional, nível médio, Agente Comunitário de Saúde, Agente de Combate às Endemias, vencimento, início, carreira, jornada de trabalho, União Federal, estados, municípios, requisitos, exercício funcional.

Despacho:
8/10/2009 - Apense-se à(ao) . Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de Tramitação: Prioridade

Legislação Citada

ApensadosPL 6681/2009


Obs.: o andamento da proposição fora desta Casa Legislativa não é tratado pelo sistema, devendo ser consultado nos órgãos respectivos. Andamento:

25/9/2009 PLENÁRIO (PLEN)
Apresentação do PL 6111/2009, do Senado Federal- Senadora Patrícia Saboya, que "altera a Lei nº 11.350, de 5 de outubro de 2006, para instituir o piso salarial profissional nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias."


25/9/2009 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Recebido o Of.. nº 2044/2009, que encaminha à revisão da Câmara dos deputados o PLS nº 196/2009, da Senadora Patrícia Saboya.


8/10/2009 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Apense-se à(ao) . Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de Tramitação: Prioridade


9/10/2009 COORDENAÇÃO DE COMISSÕES PERMANENTES (CCP)
Encaminhada à publicação. Publicação Inicial no DCD de 10/10/2009.


13/10/2009 Comissão de Finanças e Tributação (CFT)
Recebimento pela CFT.


21/1/2010 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Apense-se à(ao) o PL-6111/2009. Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de Tramitação: Prioridade


21/1/2010 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Apense-se à(ao) o PL-6111/2009. Proposição Sujeita à Apreciação do Plenário Regime de Tramitação: Prioridade


24/2/2010 Mesa Diretora da Câmara dos Deputados (MESA)
Apresentação do REQ 6293/2010, pelo Deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), que requer, nos termos do art. 141, do RICD, a revisão do despacho exarado nas proposições PL 7.495/2006, PL 6.111/2009 e PL 6.681/2009.


ACS ROBERTO RESPONDE

AOS COLEGAS AGENTES COMUNITÁRIO DE SAÚDE AS MINHAS SINCERAS DESCULPAS POR NÃO ESTÁ ATUALIZANDO AS MATERIAS NO MEU BLOG, GRAÇAS A DEUS O PROBLEMA JÁ FOI RESOLVIDO, E EM BREVE POSTAREI INFORMAÇÕES SOBRE O PISO SALARIAL DOS ACS/ACE.

MEU MUITO OBRIGADO-----------------------------

ACS ROBERTO-----------

Agentes Comunitários de Saúde de Feira de Santana piso salarial



Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate às Endemias

Na ocasião, o parlamentar também dialogou com ACS e ACE do município. Segundo o presidente da associação, Vidoberto de Moraes, a categoria está recebendo um salário de R$ 750,00 líquido.


Com o apoio de Zé Neto, os Agentes de Entre Rios participarão do encontro Estadual da classe que acontecerá em Feira de Santana.


Após o encontro, o deputado encerrou sua passagem pela cidade num clima descontraído em uma visita a casa da Agente Comunitária de Saúde Rosa Preta, que ofereceu um caruru para a comitiva do deputado.



Zé Neto: Há 20 anos NA LUTA ao lado dos Agentes

A trajetória política do deputado Zé Neto se afina e se entrelaça com a história dos Agentes de Saúde da Bahia há mais de 20 anos. Neste período, o parlamentar foi advogado da Associação dos Agentes Comunitários de Saúde de Feira de Santana e da Federação Baiana dos ACS, lutando pela regulamentação da profissão e pela garantia de permanência nos programas.

Já como deputado, tem realizado uma expressiva marcha pelo interior da Bahia, dialogando com sindicatos, associações e principalmente com gestores municipais, com o intuito de fazer com que estes cumpram a legislação em vigor, contratando os agentes por meio da forma legal, desprecarizando os vínculos com as categorias em todo a Bahia, assim como garantindo-lhes maiores direitos.

ESTRATÉGIAS PARA APROVAÇÃO DO PISO SALARIAL


CONACS DEFINE ESTRATÉGIAS PARA APROVAÇÃO DO PISO SALARIAL




A CONACS seguindo a mesma forma de trabalho do ano de 2009, iniciou o ano de 2010 planejando as estratégias de atuação da entidade em busca da aprovação final do PL 6.111/09, de Autoria da Senadora Patrícia Saboya (CE).
Assim, embora o Congresso Nacional tenha voltado do recesso parlamentar dia 02 de fevereiro, apenas na próxima semana as Comissões Permanentes serão instaladas e começarão a dar andamento nos projetos.
Buscando antecipar os trabalhos, nessa semana a CONACS, através de sua presidente Ruth Brilhante e a Diretora Maricleide Souza (PE), esteve reunida com os Deputados Federais Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), Fátima Bezerra (PT/RN) e Pedro Chaves (PMDB/GO), e na oportunidade apresentaram as propostas da categoria para os encaminhamentos necessários a aprovação do PL 6.111/09.
Dra. Elane Alves, Assessora Jurídica da CONACS apresentou um estudo completo sobre o PL 6.681/09 de autoria do Deputado Raimundo Gomes de Matos (CE), e por deliberação dos Diretores da CONACS, propôs o apoio do Deputado Raimundo Gomes de Matos ao PL 6.111/09, e que os pontos positivos do PL 6.681/09 sejam usados como emendas ao Projeto de Lei do Senado Federal, de autoria da Senadora Patrícia Saboya.
Segundo Dra. Elane: “... essa é a melhor estratégia, pois o PL 6.111/09 teve origem no Senado Federal e então, a sua aprovação é mais rápida, pois ainda que se faça alterações no texto atual, o PL 6.111/09 retorna ao Senado Federal apenas para uma única votação no Plenário, ou seja, não precisará passar novamente por nenhuma outra Comissão, ao passo que, o PL 6.681/09, tem origem na Câmara e ainda necessitará de ser analisado pelas Comissões do Senado Federal, correndo o risco de haver alguma alteração no seu texto e por isso ainda ter que retornar a Câmara de Deputados.”
O Deputado Raimundo Gomes de Matos em acordo com a CONACS apresentou na última quarta-feira (24/02) um requerimento, em que solicita ao Presidente da Câmara um novo despacho aos PL 7495/06, PL 6.111/09 e PL 6.681/09, sendo que o principal motivo desse requerimento é agilizar o processo de votação do Piso Salarial.
Ruth Brilhante ao comentar sobre essa estratégia, de forma entusiasmada afirmou que: “ ...é até engraçado como as respostas aos nossos problemas aparecem... não basta a gente ter mobilização, mas antes de trazer todo mundo pra cá, tem que ter estratégia, saber como agir em cada momento, e o momento agora é de saber escolher o melhor caminho, e tenho certeza que estamos muito bem orientados por nossa assessoria e pelos nossos Parlamentares, e vamos conseguir aprovar o nosso Piso Salarial.”
Nos próximos dias, sendo atendido o Requerimento do Deputado Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE), todos os projetos do Piso Salarial que estão apensados ao PL 7495/06, passarão por 4 Comissões de mérito, ou seja, Comissão de Finança e Tributação (CFT), Comissão de Seguridade Social (CSS), Comissão de Trabalho Administração e Serviço Público (CTASP) e Comissão de Educação e Cultura (CEC), além da CCJ, que ainda fará o juízo de admissibilidade e constitucionalidade desses Projetos.
E é exatamente por estar em 4 Comissões de mérito, o Regimento Interno da Câmara de Deputados, prevê que o Presidente Michel Temer deverá criar uma Comissão Especial para analisar todos os Projetos, que tratam do Piso Salarial dos ACS e ACE, em uma única Comissão terminativa.
Assim, em resumo, a tramitação do PL 6.111/09, bem como os demais apensados ao PL 7495/06, graças a essa brecha regimental economizará aproximadamente 8 meses, sendo a expectativa da CONACS que a aprovação do Projeto de Regulamentação do Piso Salarial ocorra antes mesmo do meio do ano.
Outros encaminhamento estão sendo tomados e a qualquer momento teremos novas notícias.

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO