SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias IRÃO travar uma grande GUERRA conta a Presidente Dilma Rousseff!Vamos colocar em votação em março de 2014 a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece o piso salarial para os agentes de saúde.

 
Vamos colocar em votação em março de 2014 a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece o piso salarial para os agentes de saúde AFIRMAM OS ACS/ACE! A Presidente Dilma Rousseff  não será vitoriosa, vamos da há volta por cima ,e vamos  conseguir o nosso piso em 2014.
 
Os agentes comunitários de saúde e de combate às endemias IRÃO  travar uma grande GUERRA conta a Presidente Dilma Rousseff em 2014 em prol da  regulamentação do piso salarial dos Agentes Comunitários de saúde e dos Agentes de Controle de Endemias.

Revoltados os ACS/ACE  aguardam com ansiedade o novo ano entra(2014)  para começar as   GRANDES mobilizações em prol do piso nacional em Brasília! 2014 conseguiremos a nossa vitória, esse e o sentimento do acs/ace de todo o Brasil. 

Os acs/ace do BRASIL  AFIRMAM! A Presidente Dilma Rousseff  não será vitoriosa, vamos da há volta por cima ,e vamos  conseguir o nosso piso em 2014 quer ela queira quer não! Não iremos desistir, se ela quer guerra, vamos pra guerra e mostraremos a nossa força.
 
O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves  afirmar Vamos colocar em votação em março de 2014 a Proposta de Emenda à Constituição que estabelece o piso salarial para os agentes de saúde. 

sábado, 14 de dezembro de 2013

Presidente Dilma Rousseff manda um recado para os agentes comunitários de saúde, a regulamentação do piso salarial dos Agentes Comunitários de saúde e dos Agentes de Controle de Endemias não pode acontecer por que se não o Brasil “QUEBRA”.

 
Por que a Presidente Dilma Rousseff tem tanto medo do piso salarial para os agentes comunitários de saúde ser aprovada?
Presidente Dilma Rousseff manda um recado para os agentes comunitários de saúde!

              "VENCEMOS agora em 2013 e iremos VENCER EM 2014"
A regulamentação do piso salarial dos Agentes Comunitários de saúde e dos Agentes de Controle de Endemias não pode acontecer por que se não o Brasil “QUEBRA”.
 

Presidente Dilma Rousseff disse: NÃO podemos deixa que a proposta de criação de um piso salarial para os agentes comunitários de saúde seja aprovada caso contrario outras categorias irão querer, seus pisos também.


Presidente Dilma Rousseff disse. “Não sou intransigente”. Não sou intolerante. Pelo contrário, eu já tolerei muita coisa. Mas a proposta de criação de um piso salarial para os agentes comunitários de saúde não pode acontecer por que se não o Brasil “QUEBRA” disse Presidente Dilma Rousseff.



“Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde (Conacs) afirmou que a presidente Dilma não tem interesse na criação desse piso salarial” os agentes comunitários de saúde e os agentes de controle de endemias estão indignados com a demora na votação do projeto de lei, que há sete anos tramita no Congresso Nacional.



Presidente Dilma Rousseff manda um recado para os agentes comunitários de saúde e os agentes de controle de endemias! VENCEMOS agora em 2013 e iremos VENCER EM 2014 a regulamentação do piso salarial dos Agentes Comunitários de saúde e dos Agentes de Controle de Endemias não pode acontecer por que se não o Brasil “QUEBRA”.

FONTE ACS ROBERTO

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

O retorno da Conacs, após o fiasco de concorda com a retirada da pauta da Câmara do projeto de lei que trata piso salarial dos Agentes Comunitários de Saúde.



A nossa torcida que em 2014 esse coração de pedra da presidente Dilma Rousseff seja quebrado e nós conceda o nosso piso.

         ((prestem atenção na foto e tire as suas conclusões))
  http://fernandonogueiracosta.files.wordpress.com/2013/11/dilma-rousseff-em-el-pac3ads.jpg
O retorno da Conacs (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias) após o fiasco de concorda com a retirada da pauta da Câmara do projeto de lei que trata piso salarial  dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias,a Conacs se concentrar numa nova investida em defesa da categoria a partir de janeiro de 2014.


 
Em meio a revolta da grande parte dos ACS/ACE do Brasil ,que não queriam a retirada da pauta da Câmara do projeto de lei que trata piso salarial  dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias a Conacs (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias) junto com seus diretores e  os dirigentes avaliarem a impossibilidade da aprovação da proposta,e decidiram a aceitar a retirada do projeto fazendo o comunicado ao presidente da Câmara, deputado federal Henrique Alves. 

Agora a corrida e contra o tempo, 2014 e ano eleitora,l será que teremos êxito e tempo hábil para essa luta em prol do piso salarial  dos Agentes Comunitários de Saúde e Combate a Endemias?  Essa e  grande grande duvida e medo dos ACS/ACE.


Os próximos passos da Conacs, serão a partir de janeiro de 2014 a difícil tarefa de fortalecer a categoria, a presidente da Conacs, Ruth Brilhante ira elaborar de um documento para ser entregue aos líderes e ao governo, embora a presidente Dilma Rousseff (PT) havia deixado claro que o Palácio do Planalto não aceitaria aprovar a instituição do piso salarial neste ano 2013, para evitar o aumento de despesas do governo. A nossa torcida que em 2014 esse coração de pedra da presidente Dilma Rousseff seja quebrado e nós conceda o nosso piso.


FONTE ACS ROBERTO






domingo, 8 de dezembro de 2013

Veja a REUNIÃO COM DIRETORIA DA CONACS que deflagrou a retirada do piso salarial dos Agentes de Saúde!A presidente da CONACS admitiu que ERROU ao negligenciar as artimanhas do Governo, mais ERROU MUITO mais em apoiar a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.

 
Veja a REUNIÃO COM DIRETORIA DA CONACS que deflagrou a retirada do  piso salarial dos Agentes de Saúde da pauta do Plenário, a CONACS, demonstrou uma grande revolta com o Governo que impôs a categoria tantos desgastes, idas e vindas, sem recursos financeiros e com um enorme sacrifício.


 
A CONACS em defesa dos direitos dos ACS e ACE, foi , até com a “ameaça” de se impedir a votação do orçamento, único projeto que nesta reta final interessa ao Governo, nem assim, gerou alguma expectativa de flexibilização da pauta para votar o PL 7495/06.Sem saída a CONACS   Derrotada pela  Presidente Dilma Rousseff convocou seus diretores e lideranças para deliberarem a retirada do  piso salarial dos Agentes de Saúde da pauta do Plenário.


A presidente da CONACS  admitiu que ERROU ao negligenciar as artimanhas do Governo, mais ERROU MUITO mais em  apoiar a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.

Assim, em face de flagrante rejeição da categoria  de ACS/ACE, pela ação da CONACS em retroceder em retirar da pauta do Plenário  o piso salarial dos Agentes de Saúde entendemos que tal atitude possui caráter político,Queremos, portanto,solicitar a revisão da atitude tomada pela CONACS.
 

fonte acs Roberto 

CONACS admitiu que ERROU o negligenciar as artimanhas do Governo, mais ERROU MUITO mais em apoiar a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.


Veja a REUNIÃO COM DIRETORIA DA CONACS que deflagrou a retirada do ...Ver mais
— com Isa Souza e outras 19 pessoas.

sábado, 7 de dezembro de 2013

O blog Roberto alerta aos ACS/ACE que a onda de autoritarismo atinge espaços dentro da CONACS! Nós nos organizaremos e cresceremos cada vez mais em uma marcha interminável pelo nosso PISO SALARIAL NACIONAL.

O blog Acs Roberto vêm a público deixar claro e expresso nesta Nota ,não possuir nenhuma intenção demagógica de contestar as decisões e comportamentos da CONACS.

 
No entanto, estamos repudiando integralmente a retirada do  piso salarial dos Agentes de Saúde da pauta do Plenário e a forma negativa como está sendo manipulada a questão,em sentido amplo, todos os demais integrantes diretores e lideranças da CONACS, sabem que 90% dos acs/ace do Brasil é contraria e essa decisão.


Assim, em face de flagrante rejeição da categoria  de ACS/ACE, pela ação da CONACS em retroceder em retirar da pauta do Plenário  o piso salarial dos Agentes de Saúde entendemos que tal atitude possui caráter político,Queremos, portanto,solicitar a revisão da atitude tomada pela CONACS.


O blog Roberto alerta  aos ACS/ACE que a onda de autoritarismo atinge espaços dentro da CONACS,Acreditamos, sim, no trabalho honesto e competente da CONACS mais esse sentimento de autoritarismo  por parte de alguns, tem sido um obstáculo para conseguirmos nossa vitória, pós não permitir ver outras possibilidade de mobilização mais consistente, e eficaz.


A todos que fingem não ouvir as vozes que ecoam dos ACS/ACE: nós sempre encontramos outras maneiras de sermos ouvidos. Os ACS/ACE sempre se superará. Nossas exigências não se cessarão enquanto não formos ouvidos. Nós nos organizaremos e cresceremos cada vez mais em uma marcha interminável pelo nosso  PISO SALARIAL NACIONAL.


fonte ACS ROBERTO



sexta-feira, 6 de dezembro de 2013

Presidente Ruth Brilhante e a assessora jurídica da entidade, Elane Alves disse,O sentimento é de dever cumprido vamos dizer ‘até logo’, voltar a nossas bases, nos articular politicamente para cobrar do Governo compromisso com a nossa categoria, e voltar com força total no próximo ano 2014!”


                       Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias 

Derrotada pela  Presidente Dilma Rousseff a CONACS convocou seus diretores e lideranças para deliberarem a retirada do  piso salarial dos Agentes de Saúde da pauta do Plenário.

Presidente Ruth Brilhante  e a assessora jurídica da entidade, Elane Alves disse,O sentimento é de dever cumprido, o que se podia fazer esse ano foi feito. Hoje com todas as dificuldades financeiras e desgaste emocional, ainda assim, somos os únicos que estamos aqui diariamente! 

Presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse A presidente Dilma não conhece o que é um agente comunitário de saúde... Não é possível que se ela soubesse o quanto vocês são importante para o País, faria o que ela está fazendo. Eu quero pessoalmente dizer a ela o que vocês fazem.”

 Presidente Ruth Brilhante    convocou seus diretores e lideranças para deliberarem os próximos passos da luta pela aprovação do PL 7495/06 e disse vamos dizer ‘até logo’, voltar a nossas bases, nos articular politicamente para cobrar do Governo compromisso com a nossa categoria, e voltar com força total no próximo ano 2014!”


CONACS ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE BRASÍLIA

 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS DE BRASÍLIA
06/12
A CONACS nessas últimas duas semanas promoveu várias reuniões com suas lideranças, acompanhou as reuniões do colégio de líderes na presidência da Câmara e também, participou de algumas reuniões da Comissão de Orçamento. 

DO POSICIONAMENTO DO GOVERNO FEDERAL E DA CÂMARA DE DEPUTADOS FEDFERAIS

Ainda na semana passada, após a segunda reunião do Conselho Político com a presidente Dilma, o vice-presidente da República Michel Temer foi designado para conduzir as negociações com a categoria e os Ministros da Saúde, Planejamento e de Relações Institucionais. Foi realizada apenas uma única reunião com o Vice-presidente, e mesmo assim com o interlocutor Dep. André Moura (PSC/SE), que foi porta-voz da seguinte decisão do Governo: “O Governo não é contra o piso salarial dos Agentes de Saúde, mas não quer votar o Piso esse ano, e por isso, não impedirá a votação, porém também não retira os regimes de urgência que estão trancando a pauta”.

Ouvindo o próprio Deputado André Moura, ponderou que: “O Governo está sendo muito contraditório, pois se é favorável não justifica manter a pauta trancada, e dessa forma, o Governo quer na verdade colocar a culpa nos parlamentares e diminuir a pressão sobre a Presidenta.”

Nessa terça-feira, (03/12) a CONACS acompanhou a entrada dos líderes na reunião do Colégio de Líderes, e de forma recorrente passavam de cabeça baixa como se estivesse evitando dar qualquer satisfação à categoria.
 No fim do dia, por intervenção do Deputado André Moura (PSC/SE), o presidente Henrique Alves (PMDB/RN) recebeu alguns diretores e lideranças da CONACS, e demonstrou uma grande revolta com o Governo que impôs a categoria tantos desgastes, idas e vindas, sem recursos financeiros e com um enorme sacrifício. O presidente até com uma surpreendente liberdade, afirmou que “A presidente Dilma não conhece o que é um agente comunitário de saúde... Não é possível que se ela soubesse o quanto vocês são importante para o País, faria o que ela está fazendo. Eu quero pessoalmente dizer a ela o que vocês fazem.”

Por fim, mais ‘uma vez’ Henrique Alves reiterou seu compromisso em pautar o PL 7495/06, se prontificando a mais uma vez buscar um entendimento com o Governo, estando disposto a não pautar nada de interesse do Governo sem que se garanta a votação do Piso Salarial dos ACS e ACE.

DA POSSIBILIDADE DE VOTAÇÃO DO PISO SALARIAL ESSE ANO

A avaliação da CONACS e da Frente Parlamentar em defesa dos direitos dos ACS e ACE, foi que, até com a “ameaça” de se impedir a votação do orçamento, único projeto que nesta reta final interessa ao Governo, nem assim, gerou alguma expectativa de flexibilização da pauta para votar o PL 7495/06. 

Dessa forma, a pauta continua trancada e sem previsão de votação para os Projetos do Marco Civil da Internet, da Multa do FGTS e do Porte de Armas para os Guardas Municipais, todos com urgência constitucional, não há nenhuma chance de votação do PL 7495/06 ainda esse ano, pois só é possível votar PEC’s e projetos de rito especial, como os decretos legislativos e o Código de Processo Civil, que aliás, são os únicos temas tratados nas reuniões de líderes, ou seja, a PEC que trata do Orçamento Impositivo e a reforma do CPC.

DO POSICIONAMENTO DA CONACS

A CONACS essa semana convocou seus diretores e lideranças para deliberarem os próximos passos da luta pela aprovação do PL 7495/06. E como era de se esperar, muitos justificaram suas ausências por força das condições financeiras e problemas pessoais, demonstrando claramente o desgaste das nossas entidades e lideranças na manutenção de tanto tempo interrupto de mobilização.

Em um balanço a presidente da CONACS Ruth Brilhante apresentou um relatório das atividades em 2013, ressaltando que, foram realizados, 1 (um) Congresso Nacional, 1 (uma) Audiência Pública, 3 (três) grandes mobilizações e 22 semanas de trabalho em Brasília. “O sentimento é de dever cumprido, o que se podia fazer esse ano foi feito. Hoje com todas as dificuldades financeiras e desgaste emocional, ainda assim, somos os únicos que estamos aqui diariamente! Temos que ter pé no chão e saber que as nossas entidades precisam se recuperar do desgaste financeiro, e por isso, convocar a categoria a novamente se mobilizar em Brasília, mesmo sabendo que não temos chances de votação esse ano, é uma irresponsabilidade! Então, vamos dizer ‘até logo’, voltar a nossas bases, nos articular politicamente para cobrar do Governo compromisso com a nossa categoria, e voltar com força total no próximo ano!”
 
DAS ÚLTIMAS DELIBERAÇÕES

Como muitas lideranças não puderam participar nessa semana dos trabalhos da CONACS, foi designado nova data de reunião de diretores e lideranças sindicais filiadas a CONACS para o mês de janeiro, na Bahia. 

Outra deliberação foi que, a CONACS estará realizando no mês de março em Brasília sua Assembleia Nacional Anual, juntamente com o 3º FNC –Fórum Nacional da CONACS, que propõe entre outras coisas, dar um curso de  48h de capacitação sobre o tema “Plano de Carreira, Cargos e Salários”. 

Quanto às estratégias políticas, a CONACS em 2014, entre outras demandas irá ouvir e cobrar dos candidatos a Presidência da República quais serão seus compromissos com os ACS e ACE, e como cada um pretende garantir no seu plano de governo a regulamentação e execução do Piso Salarial Nacional da categoria.
 
fonte conacs

A CONACS admitiu que ERROU em sua articulação! Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias ,Errou EM apoiar a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.

 
Presidente Dilma Rousseff derrota a CONACS, (Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias)! As palavras USADAS pelas lideres da CONACS veja:

  
VEJA a nota da Presidente Ruth Brilhante  e a assessora jurídica da entidade, Elane Alves, no ultimo dia 17/ 11 /2013 parece que foi esquecida!ELAS disseram: Vencer pelo cansaço! Essa é a estratégia da Presidenta Dilma para desmobilizar a categoria e desgastar a CONACS no processo de negociação do piso a determinação da categoria e das lideranças que acompanham a CONACS que não é apenas força de expressão afirmar que “NÃO DESISTIMOS NUNCA!


SIM! E PORQUE PERMITIRAM "(A retirada) da proposta DO PISO NACIONAL dos  Agentes Comunitários de Saúde e Endemias???? QUE  a pauta da câmara dos deputados ficasse trancada, afinal presidente Ruth Brilhante  e a assessora jurídica da entidade, Elane Alves, vocês não  disseram que não iriam ceder à pressão da presidenta Dilma!

A  CONACS admitiu que ERROU  em sua articulação, no SEU site oficial no dia 30/10/2013 veja a nota:

Presidente Ruth Brilhante  e a assessora jurídica da entidade, Elane Alves disse: Erramos na semana passada ao negligenciar as artimanhas do Governo para esvaziar o Plenário da Câmara, e assim, derrubar a sessão, sem se quer discutir o mérito da votação.É Disse mais Dessa vez, certamente não seremos expectadores da nossa própria derrota.


O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves divulgou em nota que :A presidente e a assessora jurídica da entidade CONACS , Ruth Brilhante e Elane Alves apoiaram a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves pediu a retirada sob o compromisso de votar a proposta dos agentes de saúde apenas em março de 2014. ACS/ACE VOCÊS ACREDITAM NELE???


Enfim Novamente a Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias ,Errou EM apoiar a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.


fonte ACS ROBERTO
 

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Ruth Brilhante e Elane Alves???? Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias ERROU feio na retirada da proposta do nosso piso nacional!

 
Novamente a Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias ,errou em sua articulação  em prol da aprovação do piso nacional dos acs/ace, segundo informações da câmara dos deputados A presidente e a assessora jurídica da entidade, Ruth Brilhante e Elane Alves apoiaram a retirada da proposta do piso nacional dos acs/ace da pauta do Plenário.

Segundo Ruth Brilhante e Elane Alves admitiu a impossibilidade de votar a matéria neste ano 2013 e marcou uma assembleia nacional em março de 2014 para retomar o processo de mobilização para sua aprovação.

Más o momento não era de pressionar o governo? e fazendo isso independente de votar o não o piso dos acs/ace nós não mostraríamos a nossa força  ao governo que pauta ficasse trancada para todos os projetos  não foi isso o combinada?.

Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias  retrocedeu novamente e erro feio na retirada da proposta do nosso piso nacional!

O governo não quer retirar a urgência para evitar a votação da proposta de piso salarial dos agentes comunitários,e porque nos ACS/ACE TEMOS QUE RETIRAR A NOSSA! SINCERAMENTE NÃO ENTENDI A POSIÇÃO DA CONACS??? ALGUÉM PODE ME EXPLICAR????

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias conacs apoia a retirada da proposta da pauta do Plenário e marcou uma assembleia nacional em março de 2014 para retomar o processo de mobilização para sua aprovação.

 

Agentes de saúde apoiam adiamento da votação piso salarial para 2014

Alves pede ao governo retirada de urgência para votar propostas socialmente positivas
JBatista / Câmara dos Deputados
Presidente Henrique Eduardo Alves
Em outubro, Alves intensificou as negociações com os líderes para votar a matéria e decidiu incluí-la na pauta mesmo sem acordo.
 
Representantes da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e combate a Endemias agradeceram o empenho pessoal do presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, para incluir o piso salarial da categoria (PL 7495/06) na pauta da Casa.

A categoria admitiu a impossibilidade de votar a matéria neste ano. A presidente e a assessora jurídica da entidade, Ruth Brilhante e Elane Alves, ressaltaram, no entanto, que o apoio de Alves foi fundamental para fortalecer a luta da categoria.

As dirigentes se reuniram na terça-feira (3) com Henrique Alves acompanhadas dos deputados Pedro Chaves (PMDB-GO) e Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE).

As representantes dos agentes informaram ao presidente que, diante das dificuldades na construção de um consenso em torno da proposta neste momento, a confederação apoia a retirada da proposta da pauta do Plenário e marcou uma assembleia nacional em março de 2014 para retomar o processo de mobilização para sua aprovação.

Mobilização em 2014
A intenção é reunir representantes de todos os estados dos 300 mil agentes de saúde e endemias. Henrique Alves sugeriu a elaboração de um documento para ser entregue aos líderes e ao governo.
Em outubro, o presidente da Câmara intensificou as negociações com os líderes para votar a matéria e decidiu inclusive incluí-la na pauta mesmo sem acordo. Sucessivos trancamentos da pauta, no entanto, acabaram inviabilizando a votação.

Com a retirada do projeto da pauta, Henrique Eduardo Alves cobrou do governo a retirada da urgência constitucional de três projetos que trancam a pauta do Plenário: o marco civil da internet (PL 2126/11); a multa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para o Minha Casa, Minha Vida (PLP 328/13); e o porte de arma para agentes penitenciários (PL 6565/13). Ainda não há acordo para nenhuma das três propostas.

O governo não queria retirar a urgência para evitar a votação da proposta de piso salarial dos agentes comunitários, que aumentará gastos.

Propostas socialmente positivas
Se houver a retirada da urgência, a intenção de Alves é pautar uma série de propostas consideradas “socialmente positivas”, como a que regula a chamada PEC das Domésticas (PLP 302/13); a que estabelece normas gerais de segurança em casas de espetáculo (PL 2020/07); as emendas do senado ao projeto que criminaliza a prática de racha no trânsito (PL 2592/07); e a que classifica corrupção ativa e passiva com crime hediondo (PL 5900/13).

Íntegra da proposta:

Da Assessoria de Imprensa – RCA

O blog ACS Roberto, tem uma historia , somos respeitados pela categoria em todo o Brasil !Não chegamos AGORA, não caímos de paraquedas SABEMOS O QUE FAZEMOS e o que publicamos,


 
Há cerca de 5 anos colocamos o blog acs Roberto no ar com o principal intuito de informar a nossa categoria sobre tudo o que acontece com os acs/ace de todo o Brasil.

O blog ACS Roberto, tem uma historia , somos respeitados pela categoria em todo o Brasil ! Prova disso e o grande acessos que nos temos durante esses anos, os acs/ace ver em nosso blog um fonte confiável de informações.

Não chegamos AGORA, não caímos de paraquedas SABEMOS O QUE FAZEMOS e o que publicamos, a nossa bandeira e a dos acs/ace não fazemos partidarismo não presizamos disso.

As matérias estão publicadas ai, com todas as informações ,fontes e datas e áudio, não só no meu blog com nos principais site do pais.

Não fazemos politicagem com alguns relataram,passamos as informações na íntegra quem conhece o trabalho do BLOG ACS ROBERTO sabe muito bem da nossa responsabilidade e não precisamos nós justificar! Estamos na luta pela nossa categoria durante anos a nossa própria historia fala por si só.


 
Acs Roberto

Ruth Brilhante e Elane Alves, ressaltaram que o apoio de Alves foi fundamental para fortalecer a luta da categoria. Elas informaram ao presidente que a confederação vai realizar uma assembleia nacional em março de 2014 para retomar o processo de mobilização para a aprovação do projeto



Representantes da Confederação Nacional dos Agentes Comunitários de Saúde e Endemias estiveram hoje na Câmara para agradecer o empenho pessoal do presidente Henrique Eduardo Alves em priorizar o piso dos agentes comunitários e de combate às endemias (PL 7495/06) na pauta da Casa.

 Mesmo com a impossibilidade de votar a matéria neste ano, a presidente e a assessora jurídica da entidade, Ruth Brilhante e Elane Alves, ressaltaram que o apoio de Alves foi fundamental para fortalecer a luta da categoria.

Elas informaram ao presidente que a confederação vai realizar uma assembleia nacional em março de 2014 para retomar o processo de mobilização para a aprovação do projeto. A intenção é reunir representantes de todos os estados dos 300 mil agentes de saúde e endemias. Henrique Alves sugeriu a elaboração de um documento para ser entregue aos líderes e ao governo.

Em outubro, o presidente da Câmara intensificou as negociações com os líderes para votar a matéria e decidiu inclusive incluí-la na pauta mesmo sem acordo. Sucessivos trancamentos da pauta, no entanto, acabaram inviabilizando a votação.

Henrique Alves lembrou durante as negociações com os líderes que o piso faz justiça a uma categoria importante, responsável pelo acesso a serviços básicos de saúde de milhares de famílias de baixa renda ou de áreas isoladas. Ele reafirmou durante todas as reuniões com representantes das categorias que é preciso uma atitude responsável que garanta não somente a aprovação, mas a efetiva aplicação do piso.

O texto que será votado pelos deputados é um substitutivo da comissão especial que analisou o assunto, que prevê um aumento progressivo do piso até chegar a dois salários mínimos em 2015.

terça-feira, 3 de dezembro de 2013

A presidente Dilma Rousseff junto com LULA conseguiram impedir a votação do piso salarial nacional dos Agentes comunitário de saúde e dos agentes de endemias!O Piso Salarial Nacional dos agentes comunitário de saúde não será mais votado em 2013 e nem 2014


A presidente Dilma Rousseff junto  com LULA fizeram de  tudo pra  impedir  a votação do piso salarial nacional dos Agentes comunitário de saúde e dos agentes de endemias, não só conseguiram  como impossibilitaram que o piso dos acs/ace fossem votado também em 2014.

O Piso Salarial Nacional dos agentes comunitário de saúde e dos agentes de endemias não será mais votado em  2013 e nem 2014, disse: O deputado federal Raimundo Gomes de Matos (PSDB/CE) hoje 03/12/2013 no jornal da câmara dos deputados.

Infelizmente não e mais possível a votação do piso dos acs/ace a presidente Dilma Rousseff novamente, envio mais um projeto de urgência para câmara pra impedir a votação do piso nacional, tornando assim impossível a votação neste ano de 2013 e também em 2014 por conta das eleições  de 2014. Temos que ser verdadeiros com os acs/ace  disse o O deputado federal Raimundo Gomes de Matos.

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

De mãos atadas a CONACS agoniza e carrega o sentimento de traição por boa parte dos deputados!Presidente Dilma Rousseff rasteiramente derrota o Piso Salarial Nacional dos ACS/ACE

 
Presidente Dilma Rousseff disse para os Deputados Federais e Senadores do congresso nacional, CALEM A BOCA QUEM MANDA AQUI SOU EU, NÃO IREMOS VOTAR NEM UM PISO PARA ESSES AGENTES COMUNITÁRIO DE SAÚDE!
 
Diante de uma  derrota a (CONACS) Confederação Nacional dos Agentes Comunitário de Saúde se ver em uma situação extremamente delicada, sem perspectivas que a pauta da câmara seja destrancada neste ano 2013, por vários projetos que não e do agrado  da presidente Dilma Rousseff. Os acs/ace ver novamente o tão sonhado piso nacional,  afundar como o TITANIC.

De mãos atadas a CONACS agoniza e carrega o sentimento de traição por boa parte dos deputados  federais que  apoiavam, novamente o governo de Dilma Rousseff derrota os acs/ace,a Presidente Dilma Rousseff volta afirmar que os Agentes de Saúde e de Combate às Endemias só geram gastos públicos. 

A Presidente Dilma rasteiramente convocou uma reunião todos os líderes de partidos e com todos pediu para que assinassem o Pacto pela Responsabilidade Fiscal, documento este, que assinado pelos membros do Conselho Político, firma o compromisso de não votar nenhuma matéria este ano que gere despesas para a União, ou seja O piso salarial dos agentes comunitários de saúde e de combate a endemias.

O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, se comprometeu  com os Agentes comunitário de Saúde e de Combate às Endemias e a  - CONACS em colocar em votação  o  piso nacional dos ACS/ACE, mais o poder Presidente Dilma e bem maior que ao dos ACS/ACE.



MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO