SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A vacinação deverá envolver na Capital cerca de três mil pessoas, entre eles os agentes comunitários de saúde


Próximo sábado: dia para vacinar cães e gatos contra a raiva

Meta da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica é imunizar 330 mil animais em Fortaleza


O próximo sábado (26/9) será dia de vacinação de cães e gatos contra a raiva. A meta da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica é vacinar 330 mil animais a partir de dois meses de idade em Fortaleza. Entre 8 e 17 horas, estarão disponíveis à população 823 postos pelas seis regionais da cidade. A vacinação deverá envolver na Capital cerca de três mil pessoas, entre agentes sanitaristas, agentes comunitários de saúde, funcionários do Centro de Controle de Zoonoses e da Célula de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde, servidores da Fundação Nacional de Saúde, estudantes de Veterinária e voluntários.

Doença causada por vírus, a raiva atinge animais e humanos. Ela afeta o sistema nervoso e pode evoluir para óbito. Em geral, a partir do
aparecimento dos sintomas no homem, não existem mais chances de sobrevivência. Há registro de apenas três casos de cura da raiva humana no mundo, sendo um deles no Brasil, do estado de Pernambuco, noticiado nessa segunda-feira (21/9). Em Fortaleza, desde 2003, quando foram identificados três casos de raiva humana e 21 em animais, não houve mais registros da doença.

O homem recebe o vírus da raiva através da mordedura, arranhadura ou lambedura de mucosas ou feridas pelos animais doentes, principalmente o cachorro e o gato, mas animais silvestres, como morcego, raposa, macaco, gambá e guaxinim, também transmitem a doença. Cuidar dos animais domésticos e evitar o contato com animais silvestres é a melhor maneira de se proteger da doença. Se a pessoa for agredida por um animal, deve lavar o ferimento com água e sabão e procurar uma unidade de saúde. No caso de animais domésticos, é importante ainda manter o animal vivo, mas preso e sob observação por dez dias, e comunicar ao Centro de Controle de Zoonoses caso o bicho permaneça agressivo ou morra. No caso de agressão por animais silvestres, a vítima deve procurar imediatamente uma unidade de saúde para receber a vacina contra a raiva.

Entre os sinais e sintomas da doença, o animal doméstico apresenta mudança de comportamento acentuada, agressividade, isolamento em locais escuros, não atendimento ao chamado do dono, perda de apetite, salivação excessiva ou paralisia motora. Além da vacinação preventiva, cães e gatos precisam de acompanhamento veterinário, banhos regulares e controle de parasitas, entre outros cuidados.

SERVIÇO
Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica Animal
Data: Sábado, 26 de setembro de 2009
Horário: das 8 às 17 horas
823 postos em toda a cidade estarão vacinando cães e gatos a partir de
dois meses de idade. Os filhotes vacinados deverão receber dose de reforço
após 30 dias.


Para mais informações sobre doenças transmitidas por animais:
Centro de Controle de Zoonoses: (85) 3131.7846 - 3131.7848 - 3131.7849
Regional I: (85) 3433.6892 - Regional II: (85) 3216.1877 - Regional III:
(85) 3488.3257 - Regional IV: (85) 3433.2885
Regional V: (85) 3452.2426 - Regional VI: (85) 3488.3229
fonte:www.antonioviana.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA UMA PERGUNTA AO ACS ROBERTO!

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO