SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

AGENTES DE ENDEMIAS DECLARA GUERRA CONTRA Á DENGUE!!


Sesau começa a multar imóveis considerados possíveis criadouros do mosquito da dengue


Ovos do mosquito podem permancer inócuo até 18 meses à espera de água para virar larva Foto: Denilson Secreta

Proprietários de imóveis que podem gerar riscos à população campo-grandense por serem considerados propícios à proliferação do mosquito aedes aegypti (da dengue) começam a ser notificados pela Sesau (Secretaria Municipal de Saúde Pública). Conforme boletim mais recente, 14 donos foram autuados, entre 17 e 21 de setembro. As multas vão de R$ 3.358 a R$ 7.275, conforme a lei complementar nº 36, de 22 de dezembro de 2000.

Os agentes de saúde que combatem o mosquito teriam encontrado nos imóveis autuados: acúmulo de entulhos, mato alto, recipientes com água acumulada, fossas sépticas danificadas e lixo acumulado. Moradores que criam animais como galinhas e cavalos, sem condições de higiene ideais também foram notificados.

A intenção principal é alertar sobre os cuidados necessários ao combate do mosquito. As autuações foram realizadas nos bairros Mata do Jacinto, Jardim Montevidéu, Monte Castelo e vila Paulo IV.

As autuações são de responsabilidade da Vigilância Sanitária, a partir de denúncias registradas por agentes de saúde, e são por “representar riscos à saúde pública”.

Cada morador notificado tem prazo de dez dias para recorrer e apresentar defesa quanto à autuação, que deve ser levada à Supervisão de Vigilância Sanitária do distrito ao qual o bairro pertence.

Quando do lanaçamento oficial da campanha contra a dengue, dia 14, o secretário municipal de Saúde, Luiz Henrique Mandetta, explicou que na Capital três dos quatro tipos de vírus causadores da doença conhecidos estão em circulação. “No Brasil, não existe registro do tipo 4. E, dos que têm no Brasil, todos estão por aqui. Em 1997 e 1998 começou a circular o tipo 1. Em 2002, o tipo 2. Em 2007, o tipo 3. Eles vieram na sequencia, mas poderia não ser assim. Poderia vir primeiro o tipo 3, depois 1, enfim. Eles têm o mesmo poder de cometer danos. Mas, o que é importante dizer é que, quem pegou o tipo 1 , por exemplo, e depois é afetado pelo tipo 2 ou 3, tem possibilidade maior de adquirir uma complexidade, a dengue hemorrágica”, disse.

De acordo com a Prefeitura, no caso de notificações feitas na semana passada e publicadas ontem, 24, no Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande), os moradores devem ir ao Centro Regional de Saúde do Nova Bahia, que fica na avenida Coronel Antonino, s/n.

Por: Marcelo Eduardo - (www.capitalnews.com.br)


Fonte: Marcelo Eduardo - Capital News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA UMA PERGUNTA AO ACS ROBERTO!

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO