SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

ACS ROBERTO INFORMAR? O QUE E SER UM AGENTE COMUNITARIO DE SAUDE



Agente comunitário de saúde

"Profissional que trabalha nas comunidades com a promoção da saúde, prevenção de doenças e elaboração de ações de conscientização comunitária"
Fonte: Redação Brasil Profissões

O que é ser um agente comunitário de saúde?

O agente comunitário de saúde é o profissional que realiza atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde nas comunidades, sempre supervisionado e coordenado por um médico ou gestor de saúde. Essa profissão sempre é exercida por um morador da comunidade que passa por treinamentos e cursos, para entender melhor as origens das doenças e as técnicas de prevenção, formando assim um elo entre a população e o sistema de saúde. Além de realizar trabalhos de conscientização, o agente comunitário de saúde promove o cadastro das famílias, a orientação individual e coletiva, identificar áreas de risco ou focos de doenças, realizar visitas domiciliares, desenvolver ações educativas que envolvam a comunidade, entre outras funçõs.

Quais as características desejáveis para ser um agente comunitário de saúde?

Para ser um agente comunitário de saúde é necessário que o profissional goste de trabalhar e lidar com as pessoas, e, além disso, que goste de cuidar de sua comunidade. Outras características desejáveis são:

  • responsabilidade
  • pró-atividade
  • autonomia
  • dinamismo
  • metodologia
  • agilidade
  • raciocínio lógico
  • carisma

Qual a formação necessária para ser um agente comunitário de saúde?

Para ser um agente comunitário de saúde é necessário que o profissional resida na comunidade onde pretende trabalhar, que tenha concluído o ensino fundamental e o curso de qualificação básica para a formação de agentes comunitários de saúde.

Principais atividades

  • realizar mapeamento da comunidade
  • realizar pesquisa sobre o histórico de doenças comuns na região e, elaborar ações eficazes em conjunto com uma equipe médica
  • cadastrar as famílias da comunidade
  • identificar indivíduos e áreas de risco
  • orientar as famílias para utilização adequada dos serviços de saúde, encaminhando-as e até agendando consultas, exames e atendimento odontológico, quando necessário
  • realizar ações e atividades, no nível de suas competências, nas áreas prioritárias da Atenção -promover ações comunitárias de prevenção de doenças e promoção da saúde
  • orientar a população sobre doenças comuns na região, sobre tratamentos caseiros eficazes, sobre alimentação adequada e sobre a importância dos sistemas de saúde e dos tratamentos
  • realizar visitas domiciliares visando acompanhamento das famílias e da situação dos doentes
  • desenvolver ações educativas e de vigilância sanitária, como ações coletivas de saneamento, de melhoria da qualidade de vida na comunidade, de promoção da preservação do meio ambiente, etc
  • transmitir para os gestores sociais e de saúde ou responsáveis na região a dinâmica social da comunidade, suas necessidades, potencialidades e limites;
  • identificar parceiros e recursos existentes na comunidade

Áreas de atuação e especialidades

O agente comunitário de saúde sempre atua na região onde mora, junto às comunidades e aglomerações populacionais. O papel que esses profissionais exercem nas comunidades é muito importante, principalmente nas mais carentes, pois, entre outros benefícios que traz, conscientiza a população, promove ações de prevenção de doenças e consegue promover a saúde em locais onde dificilmente os sistemas de saúde conseguiriam.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para esse profissional é amplo, uma vez que ainda existem muitas comunidades no Brasil que necessitam, e muito, do trabalho desses profissionais. O trabalho dos agentes comunitários de saúde, além de promover a saúde e o bem-estar da população e prevenir doenças, também aproxima as comunidades mais afastadas dos órgãos sociais e dos centros de decisão.

Curiosidades

Desde os primórdios das civilizações, sempre existiram pessoas preocupadas com o bem-estar social, embora como profissão, o reconhecimento tardou. Segundo a história do serviço social, a primeira casa de considerada de assistência foi criada em 1543, por iniciativa de Brás Cubas, a "Casa de Deus para os homens", a atual Santa Casa de Misericórdia de Santos. Em 1582, foi criada a Santa Casa em Rio de Janeiro, devido à chegada de inúmeros feridos de guerra e a partir daí foram criadas casas de assistência em muitos outros estados. A primeira Carta Régia que mencionava o assistencialismo social foi escrita em 1693, referindo-se especificamente a proteção de menores.

Onde achar mais informações?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

FAÇA UMA PERGUNTA AO ACS ROBERTO!

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO