SEJA UM SEQUIDOR DO BLOG DO ACS ROBERTO

quinta-feira, 31 de maio de 2012

CONACS Audiência Pública será decisiva para as definições que faltam para a provação do Piso Salarial

CONVOCAÇÃO GERAL DOS ACS E ACE
30/05
A Comissão Mista da MPV 568/12 definiu hoje a tarde a Audiência Pública conjunta com várias outras Comissões e irá tratar dos vários profissionais da saúde envolvidos no texto da Medida Provisória.

Sem dúvida alguma, essa Audiência Pública será decisiva para as definições que faltam para a provação do Piso Salarial e deverá proporcionar o enfrentamento da categoria com o Ministro da Saúde Alexandre Padilha e ainda a Ministra do Planejamento, Miriam Belchior.


Além dos encaminhamentos da Comissão Mista da MP 568, as atividades da CONACS foram marcadas por inúmeras reuniões e entre elas destacamos a reunião com o Senador do PMDB de Pernambuco Jarbas Vasconcelos e o Vice-líder do PT na Câmara Deputado Amauri Teixera (PT/BA).


Particparam da reunião com o Senador  Jarbas Vasconcelos a CONACS e representantes dos ACS e ACE de Pernambuco, e dos assuntos tratados, ficou garantida para amanhã, após intervenção do Senador audiência como o Relator da MP 568, Senador Eduargo Braga (PMDB/AM).


A reunião com o Deputado Amauri Teixera (PT/BA), aconteceu graças ao intenso trabalho da representação dos ACS e ACE do Estado da Bahia. Na liderança do Partido dos Trabalhadores a CONACS fez uma defesa incondiconal à aprovação do PL 7495/06, e de forma objetiva propôs ao Deputado Amauri Teixera a tarefa de intermediador junto ao Governo Federal, dando-lhe a responsabilidade de articulador junto ao seu partido e o Governo visando o fim das resistências ainda existentes.


Certo é que a estratégia da CONACS vem dando certo, e a pressão da categoria junto aos Líderes partidários na Câmara e ainda a mobilização na segunda via da Medida Provisória tem possibilitado as condições para a aprovação do Piso Salarial. Por isso é fundamental que na próxima semana a categoria se mobilize e se faça presente, no maior número possível de representação de todos os Estados!
 
fonte: conacs

Um comentário:

  1. eu acredito que a presidenta não quer aprovar o piso dos acs e ace; porque está com medo que as outra categorias tambem queiram. mas no parana onde eu moro; trabalham no hospital municipal auxiliar de enfermagem do estado que ganha mais que um técnico de enferamagem do municipio e nem por isso eles pedem igualdade de salario. Se as outras categorias pedirem piso salarial; a presidenta tem dizer que os acs e ace são pagos pelo governo federal. Os ace da funasa recebem em média R3.000,00 do governo federal e ninguém da area da saude reclama. Por que os acs e ace municipais que são pagos pelo governo federal não podem receber 2 salarios minimos?

    ResponderExcluir

FAÇA UMA PERGUNTA AO ACS ROBERTO!

MATERIAS DO BLOG DO ACS ROBERTO